Quanto maior a altura maior a queda

A queda da Aguia

Montagem de Guilherme Prado

Um dos ditados mais antigos da humanidade já dizia que tudo que sobe tem que descer, e os grandes impérios estão igualmente sujeitos a essa regra. Sejam Gregos; Romanos; Maias, ou Ingleses (isso para citar apenas alguns dos grandes ex-impérios), todos se organizaram em sociedades, obtiveram seus apogeus e caíram frente a eles mesmos.

O último império dos nossos dias, que já há anos se mostrava agonizante, mostra-se agora nos seus últimos dias, relutante contra o seu inevitável fim. Após o declínio do império só restam as invasões e o surgimento de um novo império; a nós só resta observar a iminente queda da Águia e o apogeu do novo império.

A queda se mostrou iminente há anos, e tal como seus antecessores, uma guerra contra um “inimigo já morto” foi conclamada a fim de desviar a atenção do declínio. Mas a guerra não impede o declínio, nem o retarda, apenas nos faz esquecê-la, e agora que é tarde demais nos mostramos surpresos com o que já sabíamos. O império está corroído por dentro, frágil como um castelo de baralho à espera que uma ventania o derrube. Veremos quem é que vai sofrer.

Não se preocupem com os horrores que lhes digo, na verdade nem é tão horroroso, é apenas o ciclo natural da vida: nascer, crescer e morrer. Ou, como diz o ditado: “quanto maior a altura, maior a queda”.

Anúncios

4 Respostas

  1. Que foto hem?

  2. Você está seguro do fim do império? Não se esqueça de que esta águia já remeteu em vôos também rasantes, como em 1929 e na metade da década de 70.

  3. Guilherme,
    você mesmo afirma que “o último império de nossos dias se mostra agonizante, em seus últimos dias”. Sim, já ouvi esta história de diversos analistas políticos e econômicos, mas estes, no entanto, citam números, dados e outras informações que sustentem esta idéia. No seu texto, porém, eu sinto falta deles (dos números, não dos analistas).

    Gostaria só de saber de onde vem então a sua tese de que os EUA vão ao chão, ou melhor, já estão e até bateram 3 vezes no tatame?

    Abraços,
    Bruno Durval

  4. […] Para quem tem o costume de acompanhar essa coluna vai logo lembrar que no meu segundo artigo (“Quanto maior a altura maior a queda”) eu falei justamente sobre a queda do império americano. Mesmo quem não o leu, mas acompanhou os […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: