Conclave

Conclave Nacional

Nada melhor em uma crise do que estar fora dela, nosso presidente que o diga. Os escândalos que levaram o presidente do Senado ao conselho de ética e a posterior votação pela sua cassação acabou por matar a figura de Renan Calheiros, ao menos politicamente, e enterrar de vez a credibilidade do “Alto Clero”.

Clero este que se porta quase como uma entidade religiosa de fato. A votação do presidente da Casa foi quase um conclave papal: Sessão ultra secreta, participantes incomunicáveis com o mundo exterior, uma votação extremamente sigilosa. Só faltou mesmo o resultado anunciado por uma fumaça saindo do topo do prédio do Congresso Nacional.

Que dirá ainda nosso “papa”, que em sua visita aos paises nórdicos irritou-se ao ser indagado sobre a crise. Tudo bem, nada pior do que alguém para lembrar dos nossos problemas quando estamos viajando, mesmo que seja a trabalho.

Assim nosso presidente acabou por lidar com o problema de forma muito semelhante a dos seus antecessores. Vamos por hora falar das coisas boas, depois vemos isso; quando voltar trato da crise.

Anúncios